"If you always do what interests you, at least one person is pleased" Katharine Hepburn

Vaidade?! O meu Pecado favorito... Lux


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Dúvida existencial


Mas porque raio é que alguém se refere ao seu marido, ou namorado, como "o meu homem"?!
Acho a expressão feia, grosseira, a lembrar as saloias das aldeias que dizem sempre "o meu home" e porque me parece demais dizer "o meu" com tanta convicção, versão território, já bem urinado e marcado.
Medo.

Ao menos que sejam originais como a Pólo Norte que inventou o termo "mámen".

Lux

9 comentários:

Jo, the carrot disse...

ahahaha, guilty!

com a ligeira versão que é 'mê' home(m) :p

simplesmnt pq gosto da pronuncia grosseira e saloia tão tipica do nosso portugalinho, pq namorado é impessoal :)

(mx nao uso sp, o homem tem nome) :p

Palavra Já Perdida disse...

as mulheres são umas possuidoras :D
Por acaso não acho muita piada também...

Verita disse...

Ou isso ou "o meu António", "o meu Francisco", "o meu Filipe" ...socorro!!

Estrelinha disse...

Por acaso também não uso essa expressão...costumo referir-me a ele como "maridão" hehe
Beijinho ***

Heriwen disse...

Mais uma parolice que teima em manter-se. Concordo contigo, não gosto mesmo nada.

Maria Nunes disse...

Tb não gosto... Enfim...
kisses

Guinhas disse...

Detesto!Tal como detesto quando se referem às crianças "Vai dar comida à menina ou ao menino!"

Pólo Norte disse...

Mámen é yoooooô! :P

Jane Quintela de Carvalho disse...

Oi Lux... é coisa de mulher insegura... ninguém é de ninguém!!!Bjosss!!1