"If you always do what interests you, at least one person is pleased" Katharine Hepburn

Vaidade?! O meu Pecado favorito... Lux


quarta-feira, 18 de maio de 2011

Já o disse e repito


Em relação ao post anterior.

Sim, já fiz minhas estas palavras, que deixo novamente aqui ficar para quem queira ler, ou reler, algo sobre o que normalmente pode ser designado por futilidade.

Acrescento apenas que cada um é como é, e quem somos nós para julgar os outros de fúteis?
Afinal, o que é ser fútil?!
Muitas das coisas que nós próprios gostamos podem ser consideradas fúteis por outros, ou até mesmo desinteressantes.
Se existe coisinha que me irrita à face da terra, é gentinha chata e sem qualquer tipo de humor, negro ou sarcástico, com a mania que quem gosta de moda se limita a isso... Que as suas vidinhas são passadas em shoppings, em compras e a tomar chá com as amigas, igualmente tias e logo fúteis, que trazem cãezinhos na mala do tio Vuitton!
Parece que se esquecem que as pessoas que se interessam por moda, ou se esquecem ou não sabem mesmo, também trabalham, por vezes mais que muito boa gente, para terem uma vida que lhes permita fazer certas aquisições, denominadas por fúteis.
Que são pessoas que tiraram cursos, que queimaram as pestanas, que aturam chefes arrogantes e que, para além de conseguirem falar sobre o que é fashion, também sabem qual o estado da Nação e do Mundo.
E na volta, se forem como eu, são apaixonadas por história, cinema, animais e viagens.
Viagens que nos abrem os horizontes e nos dão a conhecer novas culturas que nos permite aceitar com maior facilidade os outros...
E também são pessoas que sabem escrever sem dar erros ortográficos, coisa que me apercebo com muita frequência nos blogs dos ditos pseudo-intlectuais, que mal sabem construir uma frase em Português (erro de teclado, com certeza!)...
Isto para não pedirmos que o façam em Inglês ou Francês, sem recorrerem ao tradutor do Google, que já agora, faz traduções literais, com assintonia verbal.

Por isso, como diria essa grande Senhora de quem já fiz minhas as suas palavras, se  tudo isto me faz fútil, então é isso que sou e com muito orgulho!

xoxo
Lux

5 comentários:

Silvermist disse...

Não conseguem assimilar que não é uma determinada coisa que define uma pessoa, somos seres complexos. E por um blogue não dá para tirar grandes conclusões. Só expomos uma ínfima parte da nossa vida...

Fashionista disse...

Não ligues! No meu caso trabalho 8 horas por dia, numa indústria dominada por homens, stressante e este é o nosso escape, não é a nossa vida!

Vânia disse...

Adorei este post, mais assertivo não podia ser. E concordo contigo se ser fútil, é podermos viajar e absorver mais cultura, é podermos mimar-nos e sentir-nos mais bonitas, então eu também sou, e MUITO:-)

Beijinhos****

Olívia Palito disse...

Faço das palavras da dear Vânia as minhas. Já fiz um post acerca deste assunto. Para mim uma mulher que cuida de si de forma moderada e equilibrada é inteligente. ;)
Bom post. :)

Beijo*

nuvem.de.algodão doce disse...

A questão do fútil é muito controversa. Lá por uma pessoa gostar de moda não quer dizer que passe a vida sem fazer nenhum e seja arrogante. E quem diz moda, diz outra coisa qualquer.
*